Discurso “O Vento da Mudança” de Harold Macmillan, primeiro-ministro britânico, ao Parlamento sul-africano em 1960 – Inédito em Português

Em 3 de Fevereiro do ano de 1960, conhecido posteriormente como o “O ano da África”, devido à independência alcançada por 17 colônias no continente, Harold Macmillan, o primeiro-ministro conservador da Grã-Bretanha, dirigiu-se ao Parlamento da África do Sul, cuja maioria era do partido que instituiu o apartheid como base de governo. A sua intervenção ficou conhecida como o discurso “O Vento da Mudança”.

O discurso foi direcionado não só ao Parlamento sul-africano, como também aos Estados do Sul da África, que tinham grupos expressivos de colonizadores brancos (e, quase sempre, enormes riquezas minerais) que ainda resistiam à ideia do sufrágio universal, na qual os negros constituiriam a esmagadora maioria dos eleitores.

Macmillan, em seu discurso, explica a importância de conquistar as populações asiáticas e africanas para o lado do Ocidente. A sua fala demonstrava como os líderes da Grã-Bretanha (e, consequentemente, os dos Estados Unidos) viam como causa perdida o domínio eleitoral branco no Sul da África, que poderia prejudicar o Ocidente, principalmente em um contexto de Guerra Fria. O vento continuou a soprar no continente, e num país após o outro as maiorias negras impuseram-se, até que, em 1994, o próprio povo da África do Sul elegeu Nelson Mandela como seu presidente. Entretanto, neste processo, os interesses econômicos da Grã-Bretanha e dos Estados Unidos foram de alguma forma mantidos.

 

Coletivo Negro Patrice Lumumba

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s